indicadores de produtividade indicadores de produtividade

Indicadores de produtividade para avaliar a eficiência da equipe

3 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Em um mercado competitivo como o que estamos inseridos, os indicadores de produtividade são de grande importância. Independente do segmento da empresa, é natural que a cobrança por resultados seja frequente. Não basta saber, é preciso provar conhecimentos e habilidades na prática, atestando através de iniciativas e projetos que tragam retorno e façam a diferença.

A partir dessa mentalidade, um dos papéis das empresas, e individualmente dos setores e seus gestores, é gerenciar esse resultado por meio de indicadores de produtividade. Com esse apoio, é possível analisar diversos aspectos e caminhar rumo à melhoria contínua. Vamos conhecer alguns?

Indicadores de qualidade

Esses indicadores ajudam a avaliar a qualidade do produto ou serviço que a empresa oferece. Se ela é uma indústria têxtil, por exemplo, essa análise considera quantas peças apresentam defeito etc. São de suma importância, porque influenciam diretamente no cliente final.

Eles variam de acordo com o segmento da companhia. A ideia principal se mantém, mas pode ser adaptada conforme o ramo de atuação e as necessidades ou visão de futuro. Antes de implementar indicadores, a empresa precisa fazer um mapeamento de todos os seus processos, depois filtrá-los setor a setor, para que os resultados sejam concretos.

Indicadores de capacidade

O mapeamento dos processos descrito no item anterior serve para construir toda a base de indicadores, especialmente, os de capacidade, porque são eles que medem a eficiência de produção dos colaboradores. Por meio dessa análise, a gestão vai conseguir identificar a média de tempo necessária para cada atividade e, a partir disso, saber como otimizá-la.

Indicador turn over

O turn over é facilmente reconhecido pelos profissionais de recursos humanos. Esse indicador é um dos mais importantes de uma empresa, porque é ele que indica quantas pessoas entraram e saíram (admitidos e desligados), considerando um período de tempo (geralmente, mensal).

O nível de rotatividade deve se manter o menor possível, pois isso, além de representar mais trabalho e retrabalho para os setores de RH e DP, impacta em todas as áreas por prejudicar sua produção. Quando está alto, é preciso analisar questões como gestão, clima organizacional, ambiente de trabalho e a partir daí implantar ações que impactam diretamente na redução desse índice.

Indicadores de competitividade

Uma empresa precisa estar sempre atualizada, não apenas em seu portfólio, mas quanto a tendências tecnológicas e corporativas. Estar atenta ao que acontece no mercado e as boas práticas das melhores empresas é essencial para atualizar os indicadores de competitividade e fortalecer sua estratégia de employer branding, o que, por sua vez, também influencia positivamente nos resultados, reduzindo custos e aumentando vendas.

Com isso, a empresa vai entender como está posicionada no mercado e, depois disso, analisar quais devem ser as medidas a tomar para estar cada vez mais em evidência para seus clientes, parceiros e shareholders.

Investir na implementação de indicadores de produtividade garante processos mais fluidos e otimizados, rotinas de trabalho mais organizadas e produtivas, além de resultados mais efetivos. São fundamentais para qualquer empresa, independente do porte ou segmento.

Não importa por qual indicador você vai iniciar, o importante é identificar a melhor maneira de incorporá-los ao dia a dia do seu setor e aproveitá-los para atingir os objetivos da empresa.

Agora que aprendeu sobre indicadores de produtividade, que tal saber mais sobre um fator que influencia bastante, que é a qualidade de vida?

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário

× WHATSAPP